Alimentos Afrodisíacos que podem melhorar a saúde do casal

Publicado por siterjturismo em

Alimentos afrodisíacos que nos ajudam a satisfazer as necessidades sexuais, também pode ser uma delicia de verdade. O que muitas pessoas não sabem é que um bom sexo, começa na cozinha. descubra aqui quais alimentos ingerir para um bom sexo.

Com uma dieta saudável, tomar certos alimentos afrodisíacos como base que vão ajudar com sua propriedade energética para ajudar a resistir mais e melhor durante o sexo.

A nutrição é vital para a qualidade da vida sexual. Da mesma forma que uma refeição ou um jantar pode atrapalhar o sono a digestão, pois provocamos uma digestão pesada, existem alimentos saudáveis que estimulam o nosso “circuito”.

alimentos afrodisiacos para saude

Se tamparmos as artérias com gordura saturada, provocaremos uma circulação lenta e perigosa do sangue, as gorduras inibem o fluxo sanguíneo e baixam a capacidade do corpo para sentir o estímulo, e estes estímulos são fundamentais no sexo.

Desde muito tempo atrás, se dizia que as ostras são os alimentos afrodisíacos, e parece executar bem esta função. No entanto, como temos vindo aprendendo as propriedades dos alimentos e seus efeitos sobre a nossa saúde, a lista de alimentos benéficos para o sexo aumentou.

Por esta razão, vamos abrir uma série de artigos onde vamos falar sobre todos os alimentos afrodisíacos que melhoram o sexo e nos permite fazer amor com mais segurança e mais desejo.

Alimentos afrodisíacos para Amor e Sexo

Alimentos afrodisíacos: cereais integrais e grãos de arroz.

Uma tigela de cereais integrais ou de aveia no café da manhã tende a aumentar a testosterona. A testosterona é um hormônio esteroide do grupo androgénio. Ele é produzido principalmente nos testículos e ovários. É o principal hormônio sexual masculino e um esteroide anabolizante.

Aveia e grãos são ricos em zinco e pode aumentar a testosterona, o que leva a aumentar o desejo sexual (em homens e mulheres). Além disso, como os hidratos de carbono complexos, os grãos integrais produzem no organismo uma grande capacidade de resistência, de modo que o sexo pode durar mais tempo, sem se notar sintomas de fadiga.

Então, da próxima vez que você estiver deitado na cama, pensando que você poderia tomar café da manhã, é melhor pensar em cereais, croissants em vez de ovos ou alimentos muito gordurosos(que vão entupir suas artérias e você vai gerar mais sono ).

O sexo melhora a saúde e prolonga a vida

Sexo e saúde estão relacionados, como é provado por um estudo realizado pela Universidade de Queens, em Belfast, em uma amostra de 1.000 homens de meia -idade ao longo de duas décadas, tem sido mostrado que o sexo melhora a condição do coração, prolonga a vida e melhora a saúde em geral.

Em acompanhamento feito em pessoas, verificou-se que aqueles que tiveram pelo menos dois orgasmos por semana atingiram metade da taxa de mortalidade das que tinham atividade sexual com uma frequência em torno de uma vez por mês.

Sexo e Saúde: o que o sexo traz para a nossa saúde? Se seu marido está com dificuldades em fazer sexo, considere usar um gel como tratamento, além dos alimentos afrodisíacos. Para saber mais, acesse: https://www.canalminassaude.com.br/gel-para-aumentar-o-penis/

Sexo aumenta a circulação sanguínea

Sexo aumenta a circulação de sangue e é especialmente benéfico para o cérebro. Isto é causado pelo aumento da frequência cardíaca e respiração profunda.

O sangue é bombeado por todo o corpo e transporta oxigênio para as células, tecidos e órgãos, de modo que estas acabam saturadas com oxigênio fresco. Produz também uma remoção de toxinas que causam doenças e fadiga.

Os alimentos afrodisíacos promovem o aumento da circulação também, por isso são utilizados para aumentar a libido.

Sexo ajuda a dormir melhor

É sabido que a relação sexual ajuda a dormir. Ter um sono reparador tem sido associado com outras coisas boas como a manutenção de um peso saudável e da pressão arterial.

Sexo melhora a saúde cardiovascular

A pesquisa por amostra de 1.000 britânicos descobriu que fazer sexo duas ou mais vezes por semana reduziu o risco de ataque cardíaco ou acidente vascular cerebral.

Assim foi visto em 50% dos homens que foram acompanhados por 20 anos, em comparação com aqueles que tiveram relações sexuais menos de uma vez por mês.

Sexo reduz o risco de câncer da próstata

A atividade sexual regular elimina secreções nocivas a partir da próstata e também ajuda a proteger esta glândula do câncer. Segundo os pesquisadores, as ejaculações frequentes, especialmente em homens de 20 e poucos anos, ajudam a reduzir o risco de câncer de próstata ao longo da vida.

Sexo promove a longevidade

Ter um orgasmo provoca a liberação do hormônio DHEA (dehidroepiandrosterona), que funciona como um antidepressivo e melhora os níveis de imunidade no corpo. DHEA pode reparar tecidos, melhorar a cognição e manter a pele saudável.

Categorias: Saúde